quarta-feira, 29 de abril de 2009

A IGREJA CATÓLICA – E A DOUTRINA DO PURGATÓRIO




No inicio desta semana, um amigo no trabalho, me questionou a respeito da doutrina do purgatório ensinada pelo catolicismo romano. Ele perguntou em quais textos da Bíblia, mais esclarece a questão da morte encerrar as oportunidades de salvação.






Segundo a teologia romanista, o purgatório é um local entre o céu e o inferno, para onde é enviada a alma de quem não foi mau o suficiente para ir para ser lançado no inferno nem bom o bastante para ganhar o céu. Daí surgiu a crença de que o fogo do purgatório pode purificar qualquer pecado, até que a alma esteja apta para encontrar-se com Deus.
Esse lugar fictício de purificação foi concebido pelo papa Gregório, o Grande, em 593. Houve certa relutância quanto à aceitação dessa doutrina, por isso o purgatório só veio a se tornar dogma católico em 1493, no Concilio de Florença.
Segundo a teologia católica, o tempo de permanência dos fiéis no purgatório pode ser encurtado no sacrifício da missa e na oração pelos mortos.

REFUTAÇÃO
A doutrina do purgatório não é ensinada na Bíblia. Ela é baseada na passagem de apócrifa (inautêntica) de 2MACABEUS 12.39-45, particularmente o último versículo, segundo o qual Judas Macabeu “mandou fazer o sacrifício expiatório pelos falecidos, a fim de que fossem absolvidos do seu pecado” (Tradução da CNBB, 2ª edição)
Cristo ofereceu “um único sacrifício pelos pecados” (Hb 10.12). A única expiação para o pecado humano é pelo dom gratuito da graça de Deus. Cristo, na cruz, pagou todos os nossos pecados, por isso exclamou: “Está consumado” (Jo 19.30).
A obra da expiação não foi incompleta. Em nenhum lugar das Escrituras Sagradas se diz que a expiação dos pecados exige um sacrifício complementar, realizado pelo próprio cristão. Nenhuma forma de condenação está à espera do crente na vida futura, mas ele “passou da morte para a vida” (Jo 5.24).


Fonte de pesquisa:
· Seitas e Heresias (módulo do curso de Teologia)

Para concluir, o escritor Aos Hebreus escreveu no capitulo 9 e versículo 27: “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.”
Um dos textos bíblico que mais ilustra a questão da doutrina do purgatório é a parábola do Rico e Lázaro contada por Jesus:



19 Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finíssimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente.
20 Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele;
21 E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas.
22 E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.
23 E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.
24 E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
25 Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.
26 E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.
27 E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai,
28 Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.
29 Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.
30 E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.
31 Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.



Por isso, você que está lendo este texto e ainda não entregou sua vida para Cristo, faça isso hoje mesmo. A morte não marca hora, não avisa quando virá e não escolhe idade. Talvez você pensa ser jovem demais, cheio de saúde e que viverá muitos anos, cuidado, a sua vida pode encerrar-se a qualquer momento. Em você há uma alma que deverá se apresentar a Cristo e se o seu nome não estiver escrito no Livro da Vida, o inferno será o lugar onde você passará a eternidade.


Entregue-se hoje para Jesus, ore pra que Ele escreva o seu nome no Livro da Vida, seja fiel à Ele, obedeça a Sua Palavra e terás o gozo eterno ao lado do seu Senhor quando partir para a eternidade.




Amém! Que Deus te abençoe.

2 comentários:

  1. oi eu sou ministro da palavra.e tenho muito a agradecer a deus e a jesus por mim escolher como ministro..vejo que a humanidade esta se perdendo.pq não querem renunçiar os bens materias as prostituição e as abominações..so com a misericordia de nosso grande JESUS averar salvação .para essas pesoas de coração duro.temos q orar muito para essas pessoas.

    ResponderExcluir
  2. Sim querido irmão. Somente através da misericórdia e a graça de Deus poderemos ser salvos. Devemos sim orar, mas nunca deixar de pregar a Palavra de Deus, pois somente através da pregação do Evangelho as almas serão retiradas das mãos de Satanás.
    E este é um trabalho árduo, sofrido, exaustivo e que em muitos casos deve ser realizado com lágrimas, mas a recompensa está garantida na própria Palavara de Deus (Sl 126.6).
    Ore em meu favor para que possa sempre estar disponível a Deus como instrumento em Suas mãos (Ef 6.19)

    ResponderExcluir

Quem sou eu

CONTATOS





FONE: (41) 9106-7522 (Brasil Telecom) 9141-2887 (Vivo)



E-mail: prvaldirsantos@yahoo.com.br









Orkut/MSN: pr.valdirsantos@hotmail.com



pr-valdirsantos@live.com





















relojes web gratis



O RELÓGIO NÃO PÁRA, SE APROXIMA, O GRANDE DIA!!! BREVE VEREMOS, OS ÍMPIOS CHORANDO E A IGREJA SUBINDO.